Cantor da banda Raça Negra deixa carreira e vira morar de rua

Após todo esse sofrimento, ele reencontrou sua família neste domingo (30), no programa “Domingo Show”, da Record. Geraldo Luís promoveu um encontro entre eles e os integrantes do grupo de pagode após quase 5 meses internado em uma clínica.

O cantor Edson Café, que ficou famoso nos anos 90, quando fez parte do grupo de pagode “Raça Negra”, virou morador de rua após entrar no mundo das drogas. Viciado, ele chegou a morar na rua, mas pediu abrigo para um fã e foi ajudado durante 6 anos.

Publicidade

“Edson Café foi quem compôs o sucesso “É Tarde Demais”.”

Ele, no entanto, chegou a ser internado dez vezes por causa das recaídas. O artista se afastou do grupo após um derrame, e esse foi um dos motivos que o fez se envolver com as drogas. Ele entrou ainda em uma depressão após perder alguns movimentos.

Após todo esse sofrimento, ele reencontrou sua família neste domingo (30), no programa “Domingo Show”, da Record. Geraldo Luís promoveu um encontro entre eles e os integrantes do grupo de pagode após quase 5 meses internado em uma clínica.

Já reabilitado, Café encontrou seus filhos e revelou que faz mais de um ano que está limpo de drogas e bebidas. Foi feito ainda um encontro com as mulheres que o tiraram da rua, deixando-o bastante emocionado. Edson foi quem compôs o sucesso “É Tarde Demais”.

(Via Redação)

raca-negra

raca-negraa

musico

Pensa Brasil

SHARE