Para melhor fluidez do trânsito, governador assina contrato de reestruturação da Avenida Litorânea

Governador Flávio Dino assinou contrato para reestruturação da Avenida Litorânea. Foto: Nael Reis/Secap

Mais uma obra importante que pretende qualificar e solucionar os conflitos do Sistema Viário de São Luís já está a caminho. Na tarde desta quarta-feira (31), o governador Flávio Dino assinou o contrato para obras do Projeto de Reestruturação da Avenida dos Holandeses e Litorânea – BRT Metropolitano, Lote 1. Nesta primeira parte, anunciada pelo governador, além da implantação do sistema de transporte de média capacidade, o BRT inclui, entre outras intervenções, a extensão da Avenida Litorânea até o Olho d’Água.

Durante a solenidade, Flávio Dino assinou o contrato do Consórcio BRT – Litorânea, que visa a contratação da empresa especializada (DP Barros Pavimentação e Arveck Técnica e Construções) para a elaboração dos projetos básicos e executivos para implementação das obras. O grande investimento tem múltiplos objetivos, como melhorar a mobilidade urbana, a interligação dos municípios da Região Metropolitana da Ilha de São Luís e o aperfeiçoamento das condições de acessibilidade locais.

Governador Flávio Dino assinou contrato para reestruturação da Avenida Litorânea. Foto: Nael Reis/Secap

“Nós estamos dando continuidade à operação da Caixa Econômica que viabiliza uma série de investimentos no Maranhão, uma delas é exatamente esta. Nós vamos estender a Litorânea até o Olho d’Água e integrá-la com a Avenida do Holandeses, com a implantação de um sistema de transporte rápido coletivo, que é o BRT, e, com isso, teremos a fluidez melhor do trânsito para quem usa transporte individual e também coletivo. Isso vai valorizar também o uso turístico, recreativo e de lazer da Litorânea, vai preservar o uso comercial da Avenida Holandeses, que é muito importante”, destacou Flávio Dino.

O presidente da Agência Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB), Arthur Cabral, explicou que as obras do Lote 1, correspondente às intervenções na Avenida Litorânea, conta com duas fases de execução. “Este é o Lote 1 da implantação do BRT metropolitano, que implica não só na implantação de um sistema de transporte de media capacidade, mas também na reestruturação do sistema viário que integra os municípios da ilha”, pontuou.

O prefeito de São Luís, Edivaldo, esteve na solenidade e comemorou o novo investimento, que se somará a outros já realizados em parceria. “Uma obra muito importante para São Luís realizada pelo governador Flávio Dino. Já estamos fazendo algumas obras em parceria no que diz respeito a mobilidade urbana, a exemplo da Ponte Pai Inácio, da intervenção da Forquilha, e, agora, o anúncio desta obra tão importante”, destacou.

A obra

Projeto mostra como ficará a Avenida Litorânea após as adequações. Foto: Divulgação

A fase 1 é destinada à extensão da Avenida Litorânea até o Olho d’Água (1.780m) e ampliação da Avenida Colares Moreira – Estaca 2 até a Ponte do Rio Calhau (1.040m). Já a fase 2, abrange a reestruturação da Avenida Litorânea existente entre o Rio Pimenta e a Ponte do Rio Calhau (2.665 metros); Avenida Colares Moreira – Estaca 1 (Rotatória do Calhau) até a Estaca 2 (905 metros); e a Avenida São Carlos no Olho d’Água (850m).

As intervenções na infraestrutura viária permitirão a implantação do BRT (Bus Rapid Transit) e de um sistema binário, que consiste em transformar vias paralelas e próximas, de mão dupla, em vias de sentido único, com a função de contribuir no melhor uso do espaço da via e na diminuição de conflitos entre veículos, pedestres e ciclistas. As vias contarão com semáforos inteligentes conectados aos ônibus que terão prioridade sob os outros veículos, resultando em um transporte mais rápido.

O segundo Lote, que compreende as intervenções na Avenida dos Holandeses, teve seu edital de licitação lançado no último dia 4 e deve ser finalizado até o próximo semestre.

Governador Flávio Dino assinou contrato para reestruturação da Avenida Litorânea. Foto: Nael Reis/Secap

Governo do Estado do Maranhão

SHARE