Rubens Artigas, brasiliense de coração, morre no Rio de Janeiro aos 79 anos

Bartô Granja

O jornalista Rubens Artigas, 79 anos, faleceu nesta quarta, 31, no Rio de Janeiro, onde se submetia a tratamento de saúde. Artigas foi um dos principais jornalistas de sua geração, com vitoriosas passagens pelas sucursais Brasília dos jornais Folha de S. Paulo, O Estado de S. Paulo, O Globo, Jornal do Brasil e Diários Associados.

Reverenciado por novos e velhos profissionais, Rubens Artigas também chefiou a sucursal da Folha de S. Paulo em Salvador, sendo, logo após, diretor de Comunicação da Federação das Indústrias do Estado da Bahia.

Um dos repórteres mais completos nas áreas de política e economia, Artigas também trabalhou diretamente como assessor de Comunicação do ex-presidente João Goulart, e dos ministros Marcílio Marques Moreira, Severo Gomes e Ângelo Calmon de Sá.

Rubens deixa dois filhos, Luiz Fernando e Paulo, a nora Giselle e os netos Antônio e Joaquim Pedro. Mas deixa também imensa saudade junto aos que tiveram a alegria de conhecer sua personalidade exuberante, seu excelente caráter, o coração generoso e o reconhecido talento profissional.

Notibras

SHARE