Sedes vistoria espaço que abrigará o restaurante popular da Cidade Olímpica

Secretário Neto Evangelista vistoria espaço onde será instalado o restaurante popular da Cidade Olímpica. Foto: Amanda Dutra

Secretário Neto Evangelista vistoria espaço onde será instalado o restaurante popular da Cidade Olímpica. Foto: Amanda Dutra

O secretário do Desenvolvimento Social, Neto Evangelista, visitou na segunda-feira (30), o novo local onde será instalado o restaurante popular da Cidade Olímpica. O objetivo é proporcionar mais espaço e conforto aos usuários, além de dar continuidade à política estadual de expansão e melhorias nesses equipamentos sociais.

Os restaurantes populares são unidades de alimentação e nutrição, com preparo e comercialização de refeições saudáveis, oferecidas a preços acessíveis para a população, principalmente, aos aposentados, trabalhadores, desempregados, estudantes, moradores de rua e famílias em vulnerabilidade social. A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes), órgão executor da política de Segurança Alimentar e Nutricional no Maranhão, é responsável pela administração da cozinha comunitária do Bequimão, dos sete restaurantes populares na capital e dos quatro recém-inaugurados nos municípios de Pedreiras, Lago da Pedra, Zé Doca e Chapadinha.

Secretário Neto Evangelista vistoria espaço onde será instalado o restaurante popular da Cidade Olímpica. Foto: Amanda Dutra

Secretário Neto Evangelista vistoria espaço onde será instalado o restaurante popular da Cidade Olímpica. Foto: Amanda Dutra

O gestor da Sedes, Neto Evangelista, explica que o governo recebeu seis equipamentos em janeiro de 2015, e que, atualmente, já são doze. “Hoje nós somos o quarto estado em todo o país a desenvolver o plano de segurança alimentar. Queremos oferecer melhores condições de alimentação para as pessoas que realmente precisam, por isso, vamos agilizar a reforma para entregar o novo restaurante popular no bairro da cidade olímpica em até 60 dias. Mantivemos a proximidade com a localização atual do restaurante popular a pedido dos usuários, mas vamos dobrar o tamanho no novo endereço. Serão 400 metros quadrados com novas instalações de banheiros para cadeirantes e usuários, acesso livre para cadeirantes, reforma completa com instalação de novos aparelhos de ar condicionado e revestimento nas paredes, e, ainda, o aumento da capacidade de atendimento à população”, afirmou o secretário Neto Evangelista.

Em São Luis, os equipamentos de segurança alimentar e nutricional estão localizados nos bairros do São Francisco, Maiobão, Anjo da Guarda, Cidade Olímpica, Vila Luizão, Coroado e Liberdade. Cada restaurante oferece de 1.000 a 1350 refeições diárias no almoço e 550 no jantar, as refeições variadas que acompanham fruta e suco tem preço popular de R$ 2,00. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 11h às 14h30 e das 17h30 às 19h30.

Mais IDH

O Governo do Estado vai iniciar, nos próximos meses, a construção de 30 cozinhas comunitárias nos municípios de menores Índices de Desenvolvimento Humano (IDH), onde serão ofertados, além da alimentação, serviços complementares, como capacitação e atendimento nutricional e psicológico.

Os restaurantes populares e cozinhas comunitárias passaram a funcionar de forma plena, como preconiza a Política da Segurança Alimentar e Nutricional. “Os espaços estavam sendo utilizados apenas para alimentação. Mas eles têm uma função muito maior. Pensando nisso, oferecemos constantemente atendimento nutricional aos frequentadores dos equipamentos sociais e oferecemos atividades complementares, como cursos de capacitação em educação alimentar para adultos e crianças, sobre aproveitamento completo de alimentos e hábitos para uma alimentação balanceada e saudável, atividades socioeducativas, culturais, entre outras”, completou o secretário Neto Evangelista.

Governo do Estado do Maranhão

SHARE