Temer é parabenizado por líderes mundiais após tomar posse

O presidente Michel Temer começou a receber os primeiros comunicados de felicitações pela posse efetiva na Presidência da República do Brasil durante a tarde e noite de quarta-feira (31). Até o momento, representantes dos Estados Unidos, da Argentina, do Peru e da Organização das Nações Unidas (ONU) parabenizaram o presidente.

No entanto, líderes de diversos países latino-americanos, como Cuba, Venezuela, Bolívia e Equador,  consideraram ilegítima a posse de Temer. O Itamaraty emitiu, ainda na noite desta quarta-feira, notas de repúdio aos países.

Segundo informações do Palácio do Planalto, John Kerry, chefe do Departamento de Estado norte-americano, enviou nota afirmando que os Estados Unidos estão confiantes em manter o forte relacionamento bilateral que existe entre os dois países que são “as maiores democracias e economias do hemisfério”.

Ele diz ainda que Brasil e Estados Unidos são parceiros comprometidos. “Nós cooperamos com o Brasil para resolver questões de mútuo interesse e desafios globais mais urgentes do século 21”, diz o texto. Afirmou, ainda, que pretende dar continuidade à cooperação com o Brasil, que foi classificada como “essencial”.

O presidente da Argentina, Mauricio Macri, afirmou, em comunicado, que tem interesse em continuar o trabalho com o governo brasileiro em temas de interesse mútuo, com as agendas bilaterais, regionais e multilaterais. Macri ainda afirmou eu o Brasil é um “país irmão”.

O presidente do Peru, Pedro Pablo Kuczynski, também ligou para Temer para dar felicitações, momentos após o brasileiro ter tomado posse no Senado Federal.

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, afirmou, por meio de nota, confiar que, sob a liderança do presidente da República, Michel Temer, o Brasil e as Nações Unidas continuarão “sua estreita parceria”.

LEIA TAMBÉM: Após impeachment, Equador e Bolívia vão chamar embaixadores


Notícias ao Minuto Brasil – Última Hora

SHARE