Brasília respira impeachment em domingo de calor e baixa umidade

Marta Nobre, Edição
Vários grupos favoráveis ao impeachment da presidente Dilma Rousseff se concentraram desde o final da manhã na Esplanada dos Ministérios, para reafirmar o pedido de afastamento da petista. Vestidos de verde e amarelo, eles também manifestam apoio à Operação Lava Jato, ao juiz Sergio Moro e ao combate à corrupção.
Muitos dos manifestantes carregam cartazes e faixas com frases de ordem. Uma delas é: “Presidente Temer, exigimos lealdade ao povo brasileiro. Lugar de corrupto é na cadeia. Estamos de olho”.

No começo da tarde o número de manifestantes era grande. Organizadores estimaram a presença de mais de 10 mil pessoas. Há representantes dos movimentos Vem Pra Rua, Brasil Livre, Resistência Popular, Movimento Brasil de Alagoas, Limpa Brasil, Bloco pró-impeachment e Avança Brasil.

“A grande força da manifestação vai acontecer a partir do fim de agosto, quando começar o julgamento final do impeachment”, diz Ricardo Noronha, representante do Limpa Brasil. “Hoje queremos mostrar que não cruzamos os braços e que continuamos lutando contra a corrupção e por resultados que já pedimos há dois anos”, disse o porta-voz.

Noronha afirma que os movimentos não serão desmobilizados mesmo depois do eventual impeachment de Dilma Rousseff. Ele diz que todos ficarão atentos e irão supervisionar o governo de Michel Temer.

Notibras

SHARE