Sua mandíbula era tão grande que ela não comia direito. Veja como ela está após cirurgia revolucionária!

Sophie Rose, uma fotógrafa de 22 anos, de Reading, no Reino Unido, foi forçada a usar aparelhos após desenvolver um problema de mandíbula chamado prognatismo, que deslocou sua mandíbula para frente em 1,2 centímetro.

 

Por ser muito jovem para passar pelo tratamento necessário, foi forçada a usar aparelhos, de modo que isso acabou ainda mais com sua autoestima. No entanto, após passar por uma operação de sete horas em julho do ano passado, Rose finalmente conseguiu agora o sorriso que sempre quis.

sua-mandibula

Devido a mordida proeminente, Rose enfrentava problemas para comer, falar e se recusava a tirar fotos. “Eu tentava evitar ao máximo as fotos, porque me sentia muito mal em relação a elas”, disse.

A operação de Rose ocorreu no Royal Berkshire Hospital. Na ocasião, ela foi informada de que seu rosto poderia mudar drasticamente após a cirurgia, o que lhe deixou preocupada. “Eu sabia que meu rosto não seria mais o mesmo quando eu acordasse”, contou. “À medida que eles moviam seu maxilar, senti que mudava completamente a forma de rosto. Era algo estranho”.

sua-mandibula_1

Seu rosto é a primeira coisa que as pessoas olham quando se encontram com você, então eu não queria que ele mudasse demais. Eu me vi de um jeito no espelho por 20 anos, então teria sido um choque se tivesse mudado completamente”, disse.

O problema de Rose começou a ser percebido quando tinha cerca de 11 anos. Após uma consulta com um ortodontista, ficou confirmado que ela tinha prognatismo. No entanto, por seus ossos ainda estarem em desenvolvimento, só poderia operar após os 20 anos.

sua-mandibula_2

Porém, o defeito foi ficando cada vez mais evidente, de modo que, aos 19 anos, foi informada pelo especialista que seu prognatismo estava em nível três – considerado o pior. “Foi após essa constatação que começamos a pensar na cirurgia. Fui obrigada a colocar aparelhos e isso derrubou minha confiança ainda mais”, revelou. “Eu não queria aparelhos aos 20 anos, queria desfrutar do meu sorriso sem nada para atrapalhar”.

Mas, os aparelhos eram necessários para a movimentação dos dentes e preparação para a cirurgia. “Eu tentava evitar sair em fotos e, se alguma vez fosse necessário, editava minha mandíbula para que o defeito fosse menos óbvio”, disse.

sua-mandibula_3

Todos os meus amigos costumavam dizer que eu era bonita, que meu queixo alongado era apenas parte de mim. Mas isso não era sobre como as outras pessoas pensavam, mas sim como eu percebia a mim mesmo”.

Eu me sentia mal e via isso como um grande problema. Também desenvolvi um receio de que não pudesse mais falar corretamente e eventualmente comecei a enfrentar problemas para comer”.

sua-mandibula_6

No entanto, após a operação, a opinião da fotógrafa mudou completamente. “Eu amo completamente o meu sorriso”, disse. “Não conseguia acreditar quando vi o resultado. Tudo parecia incrível”.

Foi uma jornada muito emocionante e gratificante. Não haverá mais edição em minhas selfies, com certeza”, acrescentou. “Eu amo completamente meu sorriso e adoro meu rosto. Mudou um pouco, mas ainda me sinto a mesma”.

sua-mandibula_5

sua-mandibula_7

O que é prognatismo mandibular?

De acordo com a empresa Colgate, o prognatismo mandibular ocorre quando os dentes inferiores e maxilar se sobressaem aos dentes superiores. Geralmente, trata-se de um problema herdado de pais que também possuem a condição. Outras causas incluem chupar o polegar na infância e pré-adolescência e uso prolongado de chupetas e mamadeiras.

 

Além da autoestima prejudicada, outros sintomas podem incluir dores de cabeça e ressecamento ou quebra de dentes. O tratamento mais comum envolve uso de aparelhos, embora casos mais graves exijam cirurgias no osso do maxilar.

[ Para los Curiosos ] [ Fotos: Reprodução / Para los Curiosos ]

O post Sua mandíbula era tão grande que ela não comia direito. Veja como ela está após cirurgia revolucionária! apareceu primeiro em Jornal Ciência.

Jornal Ciência

SHARE